Saramago

>> 20100621



"A morte voltou para a cama, abraçou-se ao homem e, sem compreender o que lhe estava a suceder, ela que nunca dormia, sentiu que o sono lhe fazia descair suavemente as pálpebras. No dia seguinte ninguém morreu."

José Saramago - As intermitências da Morte

2 comments:

yael June 22, 2010 at 10:14 PM  

se ha perdido un grande de la literatura... tremendo legado que dejó

Un mexican hug :)

stamina June 28, 2010 at 6:45 PM  

true... :(

i'll miss his new stories... :(

abraço de portugal :)

Banksy - Wall and Piece

The ones who come around

  © Blogger templates by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP